Controle térmico pode reduzir em 60% a transmissão de calor em contêineres

Bal. Camboriú – Já pensou morar em um loft arquitetado com estilo e muito conforto? E se tudo isso estivesse dentro de um container Dry de 40 pés com vista para o lago? Foi essa a proposta que o arquiteto Fabio Borges Casanova, de Balneário Camboriú, trouxe para a CasaCor SC, mostra que vai até 18 de agosto, que tem como tema deste ano o Planeta Casa, uma junção de sustentabilidade, afeto e tecnologia.

O Lake Loft, nome dado pelo profissional ao seu projeto, é um ambiente urbano pensado para duas pessoas. O terreno, que está à beira do lago, possibilita a integração do homem com a natureza.

“Pensei em criar um loft no lago, trazer à mostra um conceito diferente, já que 70% dos meus trabalhos são feitos em contêineres. Para isso, abri toda a lateral do container para que a vista fosse privilegiada. Depois, comecei a pensar na sustentabilidade, já que ele é um container nômade e reutilizável, ou seja, a obra – neste caso o loft – pode ser levada a terrenos diferentes”, explica Casanova.

A arquitetura minimalista, com perfiz de alumínio e mobílias em MDF de reflorestamento compõem o loft. Além disso, o container tem capacidade de controle térmico graças a pintura externa emborrachada, que segundo Casanova reduz em 60% a transmitância de calor para a área interna.

“A maior dificuldade de implantação de habitação em container no Brasil é porque muitos pensam que por ser de lata (o container), morar ali dentro será muito quente. Há também a preocupação com o controle acústico, já que o teto de metal faz barulho. No entanto, por trabalhar com fibra pet, totalmente reciclável, o ambiente possui controle térmico maior do que uma construção em alvenaria normal. Esse tipo de ambiente, se bem pensado e arquitetado, fornece uma flexibilidade de controle muito maior”, comenta o arquiteto.

Céu e pedras
Para a parte interna do Lake loft, Casanova fez do teto um céu, e para o piso, pedras. Já para o banheiro, a área mais restrita do ambiente, o verde deu o tom que faltava, junto com elementos ferrosos.
Há ainda um deck em madeira de reflorestamento e pergolados, e espera para energia fotovoltaica, um ambiente totalmente funcional.

Conheça mais o arquiteto
Fábio Borges Casanova atua em Balneário Camboriú e há cinco anos constrói projetos baseados em contêineres, setor que é especialista. Começou sua trajetória na arquitetura em Passo Fundo, onde cursou sua faculdade. Lá, teve a oportunidade de estagiar em um escritório de Arquitetura e Urbanismo, e em apenas um mês de trabalho se tornou sócio. Trabalhou também por três anos em Florianópolis.

Seus projetos já ganharam outros estados, como São Paulo, e em breve sairão também do País, com ambientes projetados por ele no Paraguai.

Fonte: Construir.aí | Marina Kessler
Foto: CasaCor SC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *