Entenda como uma designer vem transformando a maneira que você vê a marcenaria

Marcenaria - Seu Projeto

Joinville – Um projeto que envolveu a marcenaria do início ao fim, de pouco mais de 54 metros quadrados que, sem dúvida, foi transformador. Tanto para a moradora e seu filho, quanto para a designer de interiores que elaborou e executou o projeto. Foi o início de algo muito maior e que vem dando frutos incríveis.

E quem é a responsável por tudo isso é a designer de interiores Suellen Paul , de Joinville. A profissional, que atua há mais de uma década com marcenaria, traz uma nova roupagem ao setor e inclui nele uma figura muito, mas muito especial: as mulheres.
Com muitas ideias na cabeça e o desenho no papel, chegou a hora de implantar tudo o que aprendeu durante os anos. E onde esse novo projeto começou foi no Residencial Caroli, em Joinville.

A marcenaria é apenas o pontapé disso tudo. Ela tem em suas clientes a oportunidade de ensiná-las. Com os móveis, por sua vez, Suellen recebeu todos os planos de corte já prontos e entregues separadamente pela GMad Madville, de Joinville. Assim, elencou cada um deles ao seu ambiente de referência para iniciar a montagem.

Suellen não perdeu tempo e começou a colocar em seu devido lugar cada móvel. Foram dois dormitórios, uma cozinha, uma lavanderia, armários, banheiro, sala de TV e de jantar. Foram cerca de 800 peças montadas manualmente pela profissional e que deram um novo visual ao apartamento.

Iluminação e revestimentos

Depois disso, faltava ainda a iluminação, feita inclusive pela designer. Isso mesmo! É ela quem instalou toda a infraestrutura, com exceção do ar-condicionado. “O apartamento estava totalmente cru, apenas com a vistoria feita pela
construtora. A partir daí, o meu trabalho iniciou”, comenta.

Suellen conta que praticamente tudo foi repaginado, partindo do piso, a cor das paredes, e claro, a decoração. O apartamento, que antes era todo na cor branca, incluindo o chão, recebeu novas cores. Agora, predominam o bege e o marrom, piso laminado nas áreas comuns e nos dormitórios, e piso vinílico no banheiro, em tom semelhante ao cimento queimado.

“Todo o revestimento foi feito por cima do original. No banheiro, por exemplo, foi a própria moradora que aplicou”, diz Suellen. A dupla ainda implantou em conjunto outra situação. Veja na foto abaixo este lindo papel de parede da sala de jantar, e em seguida, observe as pastilhas em cobre colocadas na parede que fica atrás da pia e do fogão da cozinha. São produtos da loja Casinha Bonita, também de Joinville, e que deram o toque que faltava para o ambiente. Cada qual se complementa e deixa o espaço muito mais sofisticado e, claro, cheio de charme.

Marcenaria inclusiva

Você deve estar se perguntando neste exato momento: -“Como assim? A cliente colocando a mão na massa? Mas, a obra não fica por conta da
profissional e de uma equipe?”. É aí que a proposta da designer de interiores se torna sólida e aplicável.

A forma de trazer isto ao universo feminino surgiu principalmente de sua experiência profissional. Suellen lembra que desde o início de sua carreira encontrou em meio aos projetos o bom gosto e a qualidade que, sem dúvida, só a marcenaria pode proporcionar.

A experiência é tanta que chegou a hora de a profissional compartilhar tudo o que sabe. O interesse da cliente em aprender também é muito importante nesse processo. Mas quem não quer contar com muito orgulho, lá na frente, que pode contribuir para deixar o seu lar do jeito que sempre sonhou?

Inicialmente, a proposta é de ter essa troca entre a designer e a moradora do apartamento. Porém, o resultado pode ser, sem dúvida, bem mais promissor.

“Quero formar equipes, ensinar as mulheres a trabalhar com marcenaria, iluminação, trazer, certamente, uma oportunidade de ter uma renda. Ou seja, é uma escola para mulheres marceneiras, começando do zero”, explica Suellen.

Seu Projeto

O Seu Projeto, nome dado pela profissional à nova ideia, leva suas iniciais e detém um significado muito especial: é uma maneira de transformar vidas, realizar sonhos e, acima de tudo, ajudar quem, em tempos tão difíceis como o atual, estar inserida no mercado de trabalho e aprender um novo ofício. Como resultado, contribui com o bem-estar da comunidade em que vive e dá esperança a quem tanto necessita.

“As alunas podem ser a própria cliente que se interessou, e a partir daí levar isso para o futuro. Mesmo que ela não entenda nada, eu vou ensinar. Seja começando por processos simples como separar os planos de corte cada um em seu devido lugar, até iniciar as montagens e, posteriormente, liderar uma de minhas equipes’, comenta Suellen.

E não se intimide por, teoricamente, a marcenaria seguir uma linha masculina. A designer de interiores veio para mudar esse pensamento e provocar mudanças. Caso você tenha se interessado, está bem fácil para participar. Basta, em primeiro lugar, entrar em contato com a Suellen Paul pelo (47) 99929-8793. A partir daí, é ter muita vontade de aprender. Portanto, boa aula e bem-vinda ao mundo da marcenaria!

Fonte: Construir.aí | Marina Kessler
Fotos: Construir.aí

Instagram da profissional: @suellen_paul

Veja mais detalhes da obra no Residencial Caroli aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

All search results